Aposentadoria por tempo de contribuição

Aposentadoria por tempo de contribuição

O que é a Aposentadoria por Tempo de Contribuição?

A Aposentadoria por Tempo de Contribuição ou Aposentadoria por tempo de serviço é quando o contribuinte completou o tempo mínimo exigido para ter esse benefício de aposentadoria junto a Previdência Social e que se encontra dentro dos requisitos exigidos. A Aposentadoria por tempo de contribuição pode ser Integral ou Proporcional.

Aposentadoria por Tempo de contribuição Integral

Na Aposentadoria por Tempo de contribuição Integral, o tempo preciso de contribuição é de 35 aos homens e 30 anos às mulheres. Nesse caso, não existe uma idade mínima.

Aposentadoria por Tempo de contribuição Proporcional

Nela, os homens precisam ter, no mínimo, 30 anos de contribuição e as mulheres de 25 anos de contribuição. Entretanto, nesse caso, os homens precisam ter no mínimo 53 anos de idade. E as mulheres no mínimo 48 anos de idade.

Publicidade

Além disso, precisam ter contribuído pelo menos uma vez antes de 16 de dezembro de 1998, e em mais de 40% do tempo que faltava para atingir o tempo mínimo da aposentadoria proporcional do mesmo período.

Outro requisito é que o resultado total entre a soma da idade e do tempo de contribuição deve ser de 86 pontos às mulheres e de 96 pontos aos homens, com carência de 180 contribuições mensais. O fator previdenciário é opcional.

Os valores dos 2 tipos de aposentadoria são diferentes. E é o contribuinte que precisa considerar o que será mais adequado a si mesmo.

Publicidade

Ainda, há a aposentadoria por invalidez e a aposentadoria especial.

Carência

O valor de carência mínima a fim de ter o benefício da Aposentadoria por Tempo de serviço é de 180 meses de contribuição.

Fator Previdenciário

O Fator Previdenciário é um índice utilizado sobre a renda mensal inicial na Aposentadoria por Tempo de Serviço ou Contribuição. Ao término, de todos os cálculos que são feitos a fim definir o benefício, o resultado é multiplicado pelo Fator Previdenciário. Um índice menor que 1 reduz o benefício, já o índice maior que 1, irá aumentar o valor do benefício.

Publicidade

Professores

No caso, dos professores estão há aplicação do Fator Previdenciário. Também, estão fora os segurados que escolherem a Fórmula 85/95 para aposentadoria.

Aposentadoria por Tempo de contribuição 2019

As mudanças nas regras de aposentadoria mudaram no último ano e, isso trouxe muitas dúvidas aos contribuintes. Lembre-se, que todo trabalhador que atua de forma regularizada tem o direito a este tipo de aposentadoria. O novo cálculo segue a fórmula 85/95.

Aposentadoria por Tempo de contribuição 2019 – Fórmula 85/95

Aposentadoria por tempo de contribuição

Na Fórmula 85/95 são somados em anos a idade com a quantidade do tempo de contribuição. Aos homens, o valor tem de ser, no mínimo, 95 e, às mulheres é preciso ter no mínimo 85 no total da soma.

Além disso, é necessário que o homem tenha pelo menos 35 anos de contribuição e a mulher, 30 anos de contribuição. Dessa forma, soma-se o tempo de contribuição com a idade.

Com essa forma de aposentadoria, no ano de 2027, o valor da soma será de no mínimo 90/100. Assim, onde serão somados 5 pontos na regra ou valerá a regra de 90 pontos aos homens e de 100 pontos às mulheres.

Veja também: Aposentadoria Especial: conheça o benefício de quem trabalha com riscos

Aposentadoria por Tempo de contribuição 2019 – Como calcular

Com a Reforma da Previdência, a idade mínima passa de 62 anos a mulheres e 65 a homens. Ou seja, um homem que tem 30 anos hoje, só poderá se aposentar em 2054 e uma mulher de 30 anos em 2051. Serão implantadas 3 regras de transição dentro do setor privado. Assim, sendo que cada pessoa terá o direito de escolher o que lhe parecer mais vantajoso.

Dessa forma, além da idade, também é preciso ter contribuído no mínimo por 20 anos. Contudo, essa idade mínima passará a valer em 2027 a homens e em 2031 a mulheres. Se não parecer o melhor, aqueles que se aposentarem com 20 anos de contribuição podem escolher se aposentar antes e receber apenas 60% da média salarial. Ao valor integral 100%, será preciso contribuir por 40 anos.

Aqueles que estão mais perto de se aposentar, podem entrar na regra de transição. A fim de conseguir se aposentar já em 2019 através da idade mínima, dentro da regra de transição, a mulher necessita estar com pelo menos 56 anos e o homem com pelo menos 61. Além, eventualmente, dos 30 anos de contribuição das mulheres e dos 35 dos homens.

O período e transição irá durar 12 anos, ou seja, até 2031. Nesse período, as idades são menores. Assim, sendo de 50 anos a mulheres e de 57 a homens, a fim de conseguir valores mínimos até 2031.

Aposentadoria por Tempo de contribuição 2019 – Aposentadoria por pontos

Quem não vê vantagem na aposentadoria por idade, pode escolher a opção de aposentadoria por pontos. A fim de conseguir se aposentar já em 2019, com a regra de pontos dentro da transição, a mulher precisa de 86 pontos com 30 anos de contribuição e o homem de 96 pontos com os 35 anos.

A transição com essa regra vai durar por 14 anos, ou seja, até 2033. Sendo que as pontuações a fim de estar na transição são menores. Assim, com o valor de 73 pontos a mulheres e 88 a homens.

Texto da Reforma da Previdência – BPC

No Benefício de Prestação Continuada (BPC) atual, o valor do salário mínimo, é pago todos os meses a quem possui deficiência e a idosos com idade igual ou superior a 65 anos que não tem como se sustentarem.

Na reforma, a proposta é o pagamento no valor de R$400, a partir dos 60 anos de idade ao idoso. Se ele não tiver o tempo mínimo de contribuição a fim de se aposentar na forma comum até os 65 anos idade, os R$ 400 continuarão a ser pagos até completar 70 anos para, enfim, receber o salário mínimo.

Os trabalhadores rurais passam a idade de 60 anos, com contribuição de 20 anos.

Leia também: Aposentadoria 2019 – Quem tem Direito?