Atividade Rural – Como comprovar a fins de aposentadoria?

Atividade Rural – Como comprovar a fins de aposentadoria?

Atividade Rural – Com a iminência da aprovação e entrada em vigor da Reforma da Previdência, muitos brasileiros têm corrido em busca de informações a fim de obter sua tão sonhada aposentadoria.

Dentre esses trabalhadores, uma classe vem encontrando dificuldades a fim de saber como entrar com o pedido: o dos trabalhadores rurais.

Como a atividade sofreu algumas mudanças neste ano, com a entrada de novas regras em vigor, as dúvidas dos contribuintes têm aumentado. Afinal, como comprovar o exercício dessa atividade e conseguir a aposentadoria?

Publicidade

A fim de responder a essas perguntas, preparamos um texto com os principais tópicos em torno do assunto. Confira.

Veja aqui as Principais Mudanças da Reforma da Previdência!

Comprovação da Atividade Rural

Atividade Rural

A comprovação da atividade rural é necessária a fim de que o trabalhador que exerce essa atividade possa solicitar e receber sua aposentadoria. Já que, a esse perfil, o tempo necessário de contribuição é diferente do “trabalhador da cidade”.

Essa comprovação é feita através de documentos apresentados durante o momento em que o trabalhador vai solicitar sua aposentadoria. E assim, serve para que a Previdência Social faça os cálculos referentes a tempo de trabalho e contribuição ao sistema.

Publicidade

Se acaso o trabalhador atender os requisitos definidos pelo INSS, sua aposentadoria como trabalhador rural é concedida. No entanto, caso sejam identificadas inconsistências, é necessário regularizar a situação a fim de ingressar com um novo pedido.

Veja também como funciona a Aposentadoria por Idade!

Como fazer a Comprovação de Atividade Rural?

A pessoa que deseja comprar o exercício de atividade rural a fins de aposentadoria deve elaborar uma declaração, de seu próprio punho. Assim, informando que trabalha neste setor, para apresentação nos postos do INSS.

Essa declaração será homologada por entidades públicas ligadas ao setor agropecuário. Confirmando assim, que esse trabalhador, de fato, exerceu atividade rural. E desse modo, tem direito a receber a aposentadoria destinada a esse perfil.

Publicidade

Além dessa declaração, o trabalhador deve apresentar também uma relação de documentos.

Novas regras

Desde o dia 18 de janeiro de 2019, o INSS alterou as regras a fim de que um trabalhador comprove a atividade rural a fins de aposentadoria.

Se, anteriormente, era necessário que um sindicato ligado à atividade atestasse que aquela pessoa era, de fato, um trabalhador rural, hoje esse documento é feito pelo próprio interessado.

Sendo assim, é necessário acessar o site do INSS e preencher a declaração online. Que deve ser salva em formato PDF e impressa. Se acaso a pessoa não quiser preencher no computador, é possível também preencher o documento à mão.

Documentos necessários

Na hora de comprovar a atividade rural e solicitar a aposentadoria, o trabalhador deve apresentar seus documentos pessoais. RG, CPF e Título de eleitor, por exemplo. Ademais, ele também precisa levar sua declaração preenchida

Além disso, é importante levar documentos que comprovem que, de fato, a pessoa é um trabalhador rural. Por exemplo, seu comprovante de endereço rural, notas fiscais de produtos comprados à propriedade, fichas de atendimento em postos de saúde locais ou outros documentos. Que, de fato, ajudem na comprovação da atividade.

Declaração do Trabalho Rural

A declaração do Trabalho Rural substituiu a entrevista com um sindicalista do setor agropecuário. Que ficava responsável por atestar ou não que aquela pessoa era, de fato, um trabalhador rural.

Veja aqui como funciona o Agendamento INSS!