Descubra como vai ser o Pente Fino INSS

Descubra como vai ser o Pente Fino INSS

Desde o início do vem ocorrendo a revisão do pente fino no INSS. Ela é dedicada para quem realmente depende do benefício e não querem passar por injustiças. O Pente Fino virou lei e a revisão vai atingir cerca de 3 milhões de beneficiários de todas as espécies. Qualquer momento, o INSS pode chamar um beneficiário

A operação Pente Fino instituída pela Medida Provisória 871, pela Lei 13.846 de 2019 a fim de combater o pagamento de benefícios irregulares.

Assim, o objetivo é realizar a revisão só dos beneficiários que não passaram por uma perícia a pelo menos 6 meses.

Publicidade

Quem vai ter o benefício revisado?

Pente Fino INSS
Pente Fino INSS – Saiba como vai funcionar essa revisão dos benefícios!

Todos os benefícios concedidos podem passar pela revisão, que foram concedidos nos últimos 10 anos e que já passaram pelo pente fino na época do governo Temer. Quem recebe aposentadoria, pensão, Benefício de Prestação Continuada, Auxílio Reclusão, Auxílio Doença, Aposentadoria por invalidez, e todo o resto, deve ficar atento.

A revisão vai começar pelos beneficiários mais novos de idade. Assim, que estejam recebendo auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez já a um tempo e menos que 60 anos de idade. Aqueles com mais de 60 anos e recebem auxílio doença ou aposentadoria por invalidez não perderão o benefício.

Poderão ser convocados para a revisão, aqueles que possuem benefícios por incapacidade, aposentados em geral e pessoas que têm pensão por morte ou benefício de prestação continuada.

Publicidade

Como vai ser a convocação ao Pente Fino INSS?

Os segurados chamados ao pente-fino receberão uma notificação do INSS, pelo caixa eletrônico na hora de receber o benefício. Ou então pelo envio de correspondência ao endereço da residência do beneficiário.

Quem possui mais de 60 anos, recebe aposentadoria por invalidez e for convocado, devem ir. Mesmo que por ter mais de 60 anos não possa perder seu benefício, é importante comparecer para mostrar que a convocação foi errada. E também a fim de evitar a interrupção indevida do benefício.

É muito importante que o endereço esteja sempre atualizado no sistema do INSS. Assim, mantendo-se atento aos avisos nos terminais bancários na hora de receber o benefício. Cuidado com as correspondências recebidas do INSS e não perca o prazo da resposta. Se o INSS decidir não continuar com o pagamento do benefício, é preciso entrar com recurso da decisão em até 30 dias.

Publicidade

Nem todos podem ser chamados para a revisão do pente fino do INSS. Não devem ser convocados pessoas com benefícios concedidos há mais de 10 anos; aposentados por invalidez com mais de 60 anos; beneficiário de auxílio-doença perto do fim do benefício; beneficiários de auxílio-doença com indicação para o processo de reabilitação.

Quais as consequências da revisão?

As pessoas que passarem pela perícia e não forem aprovadas podem perder o seu benefício. O benefício só será suspenso em caso de não apresentar defesa no prazo da convocação ou não apresentar defesa.

O pente fino INSS garante a gratificação aos servidores do INSS pela produtividade, que irá durar até 2020 com a possibilidade de ser prorrogado até 2022.

Além disso, veja também como funciona o Auxílio Doença do MEI!